Proprietário destruiu um BMW M6 à porta do salão de Frankfurt

À porta de uma das maiores montras automóveis do ano ocorreu um protesto singular. Um cidadão iraniano a residir na Alemanha, aproveitou o Salão de Frankfurt para protestar contra a falta de empenho da BMW na resolução dos problemas do seu M6.

E o que fez para protestar? Destruiu o carro à marretada, em conjunto com um amigo.

Pourmohseni Hadi gastou 120 mil euros no BMW M6 numa concessionária italiana, mas pouco tempo depois garantiu que surgiram problemas técnicos graves.

O proprietário queixava-se de vibrações e solavancos no carro sempre que mexia na caixa de velocidades. Levou o carro à BMW Itália dez vezes e o problema nunca foi resolvido.

Como forma de protesto, e uma vez que um processo em tribunal demoraria, pelo menos, sete anos, Hadi resolver criar algum ruído. Enviou uma carta à BMW alemã, não teve resposta e decidiu que não havia volta a dar: destruiu o carro em frente ao Salão de Frankfurt.

Deixa o teu comentário, não precisa de registo

error: