Mário Soares “Ó Sr. guarda, desapareça!”

Mário Soares nunca se deu bem com a autoridade. Em tempos idos, os motivos foram perfeitamente justificados. Mas o pior é que o antigo Presidente da República nunca mais pareceu conviver bem com os agentes da autoridade. Recordo um episódio com alguns anos, durante uma das suas muitas presidências abertas, em que se virou para um oficial da GNR que fazia a sua escolta e berrou, perante as câmaras de televisão: “Ó Sr. guarda, desapareça!”.

Subscreve a nossa newsletter

Recebe os nossos posts no email.
É grátis!!

Deixa o teu comentário, não precisas de registo