Crianças ciganas descobrem a definição de cigano

Crianças ciganas descobrem a definição de cigano no dicionário…

O Conselho Estatal do Povo Cigano, em Espanha, lançou no Dia Internacional do Povo Cigano, a campanha “#YoNoSoyTrapacero”, com vista à mudança da definição do termo “cigano” no dicionário que significa “trapaceiro”.

Dez crianças ciganas foram convidas a falar sobre os seus sonhos, gostos e aspirações para o futuro num curto vídeo de dois minutos. A certa altura, quem os estava a entrevistar pede-lhes que abram o “Diccionario de la Real Academia de la Lengua Española” para procurar a definição de “cigano”, no qual aparece-lhes um termo que não conhecem: “trapacero”. Por esse motivo fizeram nova pesquisa e leram a definição: “uma pessoa que com astúcia, falsidades e mentiras procura enganar alguém sobre um assunto”. Após esse momento todas as crianças demonstraram desagrado naquilo que estavam a ler. Samara, de oito anos, diz que o que leu é “uma mentira”. Já outra menina diz que “não gosto do que o dicionário diz sobre nós”. “Está a insultar-nos”, afirma outro.

Com esta campanha, o Conselho Estatal do Povo Cigano Espanhol quer que as pessoas deixem de identificar a comunidade cigana com condutas negativas. Segundo Carolina Fernández, defensora dos direitos dos ciganos, ao jornal espanhol El País, “Há um pouco de tudo, como em todo o lado. Os ciganos não são um todo homogéneo”.

Em Portugal, no dicionário da Porto Editora, a entrada “cigano” tem quatro definições: “o que pertence aos ciganos”, “indivíduo nómada” e outras duas, identificadas no próprio dicionário como “pejorativas”… “aquele que tenta enganar nos negócios; trapaceiro” e “avarento; sovina”.

“Uma definição discriminatória gera discriminação”… o respeito pelo próximo é fundamental!

Deixa o teu comentário, não precisa de registo

error: