10 raças de cães mais caras do mundo

Raças de cães mais caras do mundo.

Os cães são sem dúvida, a par dos gatos, os animais de companhia mais famosos entre nós!

A lista que vamos mostrar, a seguir, vai-nos dar a conhecer as raças de cães mais caras e exóticas do mundo!

Lembre-se que antes de optar por comprar um animal de estimação, existe sempre a possibilidade da adoção, não descarte essa opção à partida!

10 raças de cães mais caras do mundo!

10. Pug – A partir de 500 € (2 220 Reais)

Pug - raças de cães mais caras do mundoImagem: wikimedia

Nesta raças de cães, os animais são entroncados de musculatura bem desenvolvida. Possuem uma cabeça redonda e maciça com o focinho achatado e orelhas são curtas. Têm um ar carrancudo que lhe é dado pelas profundas rugas na testa, mas suavizado pelos olhos grandes e escuros de expressão viva.

O Pug é um cão fiel, brincalhão e bastante afetuoso com o dono. Torna-se facilmente num companheiro inseparável, na verdade, acompanha-o para todo o lado, mesmo sem ser convidado. Este animal não suporta ficar sozinho e pode tornar-se ansioso ou entrar em stress.

9. Pharaoh Hound – A partir de 700 € (3 140 Reais)

Cão do Faraó - raças de cães mais caras do mundoImagem: wikimedia

Com um nome que, na tradução, significa “Cão do Faraó”, o Pharaoh Hound é famoso por ser ligado à crenças do antigo Egito, onde acreditavam que a raça era a representação do deus Anúbis.

Esta raça de cães, apresenta exemplares de porte altivo, elegante e atlético. A sua cabeça é triangular com o crânio aplanado. As orelhas são grandes e eretas dando uma expressão bastante alerta. Os olhos são pequenos e castanho-claro. O nariz é fulvo e pode ser pintalgado de castanho-claro.
O pescoço é fino e musculoso, continuando num tórax estreito e profundo.
O ventre é ligeiramente adelgaçado. Os membros são altos, sendo os anteriores verticais e os posteriores ligeiramente arqueados e musculosos. A cauda é comprida e mantida baixa.

Relativamente ao temperamento, é um cão afetuoso que gosta de estar incluído na família.
Independente, é ocasionalmente teimoso, mas é possível treiná-lo sem grande esforço, usando métodos positivos. Necessitam de um dono com alguma experiência com cães mais independentes.

8. Terra Nova – A partir de 700 € (3 140 Reais)

Terra Nova - raças de cães mais caras do mundoImagem: wikimedia

O bom gigante. Esta raça cães é normalmente de cor preta de patas grandes, tem a cabeça larga e volumosa, o focinho curto e quadrado. Faz lembrar um urso. É um cão pode chegar a pesar 68 KG e medir 71 CM!

O terra-nova é considerado um cão muito paciente, pachorrento, tolerante e tranquilo. É um bom cão de companhia, já que gosta de participar das atividades familiares e aprecia a companhia humana.

É um excelente nadador, utilizado para salvar vidas em alto mar e também na ajuda da pesca do bacalhau.

7. Chihuahua – A partir de 700 € (3 140 Reais)

Chihuahua - raças de cães mais caras do mundoImagem: wikimedia

Esta é uma raça de cães de pequeno porte originária do México. É uma das menores raças do mundo, mais pequenos só mesmo o pequeno cão russo, mas aquilo que “perde” em tamanho “ganha” em personalidade.
Pela forma como se desenvolve, torna-se evidente que não tem consciência do seu próprio tamanho, pois o Chihuahua demonstra uma grande segurança em si próprio, inclusive frente a cães grandes. Precisamente pela segurança do seu carácter, o Chihuahua requer um treino firme, caso contrário torna-se caprichoso, inclusive com o dono, e dominante com outros cães.

Obviamente, apesar de ter um temperamento valente, não pode ser um cão de guarda, mas é um excelente cão de alarme, pois ladra perante qualquer imprevisto que tenha lugar no seu território.

É uma raça bastante corajosa, protetora e possessiva!

6. Cão de Crista Chinês – A partir de 800 € (3 590 Reais)

Cão de crista chinês - cães mais caros do mundoImagem: wikimedia

Originário da China, é considerada uma das raças mais exóticas do mundo. Dono de um temperamento carinhoso e delicado, o Chinese Crusted é, na maioria dos casos de corpo pelado, tendo apenas pelos nas extremidades – sendo que sua versão com o corpo coberto por pelagem é chamada de “Powderpuff”.

É um cachorro de pequeno porte brincalhão e divertido dizem que escolhe apenas um dono e a ele se dedica até ao fim.

Esta raça de cães tem também a temperatura corporal elevada o que no inverno dá sempre jeito 🙂

5. Galgo Afegão – A partir de 800 € (3 590 Reais)

Galgo Afegão - cães mais caros do mundoImagem: wikimedia

Ao longo de milhares de anos, estes fascinantes amigos de quatro patas foram considerados verdadeiros tesouros na sua terra natal, o Afeganistão. Até hoje, os atletas de pelos compridos continuam a ser algo especial para muitos amantes de cães em todo o mundo.

Com um longo manto de seda, uma estatura dinâmica e uma expressão graciosa, um galgo afegão é, de facto, uma visão impressionante. Os machos atingem uma altura de cernelha até 74 cm, as fêmeas podem chegar aos 69 cm, estas belezas desportivas pesam no máximo 30 quilos. O pelo comprido, que já protegia os ancestrais da raça do ar frio da montanha, consiste numa pelagem espessa e sedosa e que pode aparecer em várias tonalidades.

Os ancestrais desta raça pertenciam às matilhas de cães mais antigas que coabitavam com os humanos. Na sua terra natal afegã, estes cães serviram o povo por milénios como cães de guarda e cães de proteção e eram companheiros especialmente populares para a caça, onde eram usados como caçadores pela visão, especialmente devido à sua rapidez em corrida. Com tenacidade e velocidade, caçavam tudo, desde o coelho até felinos selvagens. Estes companheiros de caça eram muito apreciados, pois no deserto estéril o bom desempenho dos cães era considerado vital para a sobrevivência do homem.

Se procura um companheiro animal simples e sempre obediente, não vai gostar da personalidade sumptuosa deste cão: o galgo afegão é independente e autónomo, de acordo com a sua origem como caçador solitário. Eles são relutantes em obedecer e mantêm sempre uma posição altiva, apesar de, por vezes, estabelecerem laços próximos com os seus donos. Os representantes da raça não têm tendência para ladrar, mas estão sempre alerta quando se trata do seu território e da sua família. Se, por um lado, têm um comportamento tranquilo dentro de quatro paredes, podem transformar-se quando estão no exterior. Devido ao seu fortíssimo instinto de caça, este animal dificilmente está disponível para brincadeiras e para descontrair, pois está sempre com uma potencial presa em vista.

4. Samoiedo – A partir de 850 € (3 815 Reais)

Samoiedo - caes mais caros do mundoImagem: wikimedia

Este Spitz do Ártico descende diretamente do cão que outrora acompanhava a tribo siberiana dos Samoiedos nas suas migrações. Pertence a umas das mais antigas raças da Sibéria.

Era usado para cuidar de rebanhos e caçar ursos e morsas. De temperamento, enérgico, ativo, de carácter independente, seguro e tranquilo. É um excelente companheiro.
É um cão de guarda vigilante. Ladra muito. É necessário educá-lo com firmeza e, ao mesmo tempo, com afeto e paciência.
Não pode viver confinado num apartamento. Precisa de espaço e de muito exercício. É uma raça que necessita de cuidados especiais em regiões quentes.

3. Spitz Alemão (Lulu da Pomerânia) – A partir de 900 € (4 040 Reais)

Spitz Alemão(Lulu da Pomerânia) - cães mais caros do mundoImagem: wikimedia

Historicamente, os cachorros do tipo spitz chegaram à Europa trazidos pelos vikings, sendo mencionados pela primeira vez na literatura alemã em 1450.

Diz-se que estes cães não gostam de serem comandados e que por isso devem ser adestrados desde cedo. São ainda classificados como sempre alerta, extrovertidos e muito teimosos.

Esta raça é considerada por muitos como uma cão da moda. A sua aparência é semelhante a uma bola de pelo, e recebe todos os tipos de penteados(cortes). Tornou-se bastante popular em séries americanas devido ao facto de as “socialites” andarem com os cachorros ao colo…

2. Mastim Tibetano – A partir de 1 000 € (4 500 Reais)

Mastim Tibetano - caes mais caros do mundoImagem: thedogdigest

Muitas vezes comparados a leões, os Mastins Tibetanos são um dos maiores cães do mundo. O pelo espesso e volumoso característicos da raça é adequado a regiões frias. Tradicionalmente, estes cães acompanhavam pastores nómadas da Ásia Central e Tibete.

Esta raça gigante foi difundida pela Ásia e pelo continente europeu, e passou a participar em concursos exposições de beleza pela Europa e América do Norte.
Após mais de um século de cruzamentos seletivos, tornou-se um bom cão de companhia e guarda.

Um milionário chinês em 2014 pagou mais de 1.4 milhões de euros, cerca de 6.2 milhões reais, por um puro sangue desta raça, podem ver a notícia aqui.

O mastiff tibetano foi e ainda é utilizado como um guardião de rebanhos, aldeias, mosteiros e palácios.

1. Löwchen (Pequeno Leão) – Sem preço disponível.

Löwchen - caes mais caros do mundoImagem: wikimedia

De aparência “sofisticada”, o Löwchen (que significa “pequeno leão” em alemão) é uma das raças mais raras do planeta, com uma história que data desde 1442. Este cãozinho elegante e dócil era um grande companheiro para a aristocracia francesa e alemã, podendo ser encontrado em pinturas e tapeçarias históricas.
Em 1973, existiam apenas 65 exemplares da raça registados. Ainda hoje, a raça é dificilmente encontrada, tendo pouco menos de cem novos registos de nascimento por ano em todo o mundo.

Nota: O custo dos animais, destas raças de cães, pode variar bastante com base no criador, pedigree e localização (os valores de referencia para este artigo são para Portugal).

Apesar de haver raças de cães mais ou menos dispendiosas todos eles precisam de um lar e acima de tudo de amor.
Antes de comprar, ou adotar, um animal de estimação pense bem na responsabilidade que é ter um cão. Estas decisões não devem ser tomadas de animo leve. Nunca abandone o seu animal de estimação.

Se gostaste deste post nao vais poder perder este:

10 Raças de gatos mais caros do mundo


Para mais diversão, segue os links:

2 comentários

Deixa o teu comentário, não precisa de registo